Recife Sites - Agência Web
NOTÍCIAS
Publicado em 02/05/2012, às 11h06
Pelo terceiro mês consecutivo o Internet Explorer registra crescimento

O IE aumentou sua participação em cerca de três décimos de um ponto percentual no mês passado atingindo 54,1% em abril. Mesma participação de mercado conquistada pelo navegador em setembro 2011.

Desde o início de Janeiro o IE aumentou a sua quota de uso de 2,2 pontos percentuais. A reviravolta foi a maior e mais longa desde que o browser começou perder terreno para o Firefox e, mais tarde, o Chrome.

A Microsoft tem depositado suas esperanças quase que inteiramente no IE9, a edição de 2011 que roda apenas no Windows Vista e no Windows 7. Em abril, o IE9 respondeu por 35,5% dos navegadores em uso no mundo para o sistema operacional Windows, aumento de um ponto percentual em relação à março. A quota global do navegador em todos os sistemas operacionais, no entanto, é muito menor, 15,9%.

O IE8, último na linha para usuários do Windows XP, ganhou oito décimos em abril, voltando a ter 26,2% de participação, enquanto o IE7, inexplicavelmente, cresceu dois décimos, para 7,1%. O IE6, navegador que a Microsoft vem tentando matar há anos, perdeu três décimos, encerrando abril com 4,1% de participação.

A ascensão da versão mais recente do IE provavelmente está ligada ao crescimento do Windows 7, já que o SO conquistou 11,4 pontos percentuais no último ano, enquanto que seu “concorrente”, o Windows XP, perdeu 9,14 pontos. A alta, porém, também pode ser atribuída às campanhas publicitárias lançadas recentemente: a Beauty of The Web (A Beleza da Web) e a Browser You Loved to Hate (O Browser que você Amava Odiar). Ambas sugeriam aos usuários que dessem uma nova chance ao navegador, pois este havia evoluído em relação aos modelos anteriores.

É difícil medir a efetividade de um comercial quanto ao seu poder de persuasão, mas certo é que o Internet Explorer voltou a crescer depois de muitos meses consecutivos de queda.

Outros navegadores

O Chrome foi o único navegador além do IE a registrar números positivos para o mês de abril, com crescimento de três décimos, atingindo 18,9% de participação. O Firefox, da Mozilla e o Safari, da Apple ambos perderam share - quatro décimos e três décimos de um ponto, respectivamente - terminando Abril com fatias de 20,2% e 4,8%. O navegador Oper manteve-se estável com 1,6% do mercado.

A recuperação do Chrome foi notável. O navegador do Google havia perdido participação de meracdo nos três primeiros meses do ano. Fato que não ocorria desde 2008.

O declínio do Firefox, por outro lado, tem sido constante. Foi assim em oito dos últimos 12 meses. A participação de mercado do Firefox no mês passado foi menor do navegador desde outubro de 2008.

Números diversos

Como de costume, os dados do StatCounter mostra resultados diferentes. Ao contrário de seus rivais norte-americanos, a Net Applications, a StatCounter não ajusta seus números globais diante de problemas de medição de uso dos navegadores em países como a China, nem descarta páginas pré-renderizados do Chrome, que alguns afirmam inflar os números do navegador.

Nas métricas da StatCounter, o IE caiu sete décimos, para 34,1%, enquanto o Chrome cresceu quatro décimos, para 31,2%. O Firefox caiu para 24,1%, enquanto o Safari registrou um leve aumento para 7,1%.

Fonte

Recife Sites © Todos os direitos reservados - contato@recifesites.com