Recife Sites - Agência Web
NOTÍCIAS
Publicado em 07/08/2015, às 17h53
Downgrade do Windows 10: como fazer e quais cuidados tomar

A Microsoft já começou a distribuir a nova versão de seu sistema operacional e, a essa altura, dezenas de milhões de usuários já puderam conhecer as novidades do Windows 10, como o navegador Microsoft Edge e o novo menu iniciar.

Mas, pode ser que, após passar algum tempo com o Windows 10, você comece a sentir aquela saudade do seu sistema operacional antigo. Ou, ainda, pode ser que o novo sistema da Microsoft não funcione tão bem com alguns dos seus dispositivos e programas.

Nesses casos, saiba que é perfeitamente possível restaurar o Windows à sua versão anterior. O processo é, a princípio, relativamente simples: durante a atualização, o Windows 10 guarda os arquivos da sua versão antiga do Windows em uma pasta chamada Windows.old. Os arquivos todos, portanto, ainda estão lá. Graças a isso, existe uma opção “Voltar ao Windows 7 ou 8.1” incorporada ao Windows 10.

No entanto, a nova versão do Windows só mantém salvos os dados da versão antiga por cerca de um mês. Após esse período, o Windows 10 automaticamente deleta os arquivos da pasta Windows.old (pois eles ocupam muito espaço). Nesse caso, ainda é possível voltar atrás, mas o processo é um pouco mais complicado.

Qualquer que seja o seu caso, é muito importante fazer backup dos arquivos antes de iniciar o procedimento. O downgrade não deve afetar os programas e arquivos do seu computador, mas não custa tomar esse cuidado.

Trata-se, afinal de contas, de uma mudança de sistema operacional. Embora as ferramentas de downgrades venha da própria Microsoft, o fato do Windows 10 ser bastante novo faz com que a operação não seja de todo sem riscos - já que a empresa ainda não teve tanto tempo para aparar eventuais arestas do sistema.

Desnecessário dizer, também, que as novidades do Windows 10 não continuarão a funcionar caso você execute o downgrade. Entramos em contato com a Microsoft sobre os possíveis riscos de realizar o procedimento e teremos mais informações nos próximos dias.

Veja abaixo como fazer o downgrade do Windows 10 para o seu sistema operacional anterior usando a ferramenta do Windows 10:

- Abra o Menu Iniciar e clique em “Configurações”.

- No menu Configurções, clique em “Atualização e segurança” (o ícone com uma flecha circular)

- No menu seguinte, selecione “Recuperação” na aba da esquerda. A opção “Voltar para o Windows 7” ou “Voltar para o Windows 8.1” deve aparecer do lado direito.

- Clique no botão “Introdução” para começar o processo. Se seu computador não tiver essa opção, continue lendo mais abaixo.

- A tela seguinte lhe perguntará por que você deseja voltar à versão anterior do Windows. Escolha uma opção e em seguida clique em “Avançar”.

- A próxima tela traz informações importantes sobre o processo. Leia-a com atenção. Quando estiver pronto para iniciar o downgrade, clique em “Avançar”.

- Agora é só esperar. Dentro de alguns minutos, seu computador deve voltar ao sistema operacional anterior e se inicializar normalmente.

Caso seu computador já não tenha mais a opção “Voltar ao Windows 7 ou 8.1”, será necessário realizar uma nova instalação do sistema operacional. Isso significa que você precisará de uma chave de produto da versão anterior do Windows.

Se você já usa o Windows 10 há mais de um mês atualmente, é bastante provável que você já tenha familiaridade com o procedimento de instalar o Windows “do zero”. De qualquer maneira, oferecemos alguma ajuda abaixo.

Se você comprou a versão anterior do Windows, a chave do produto deve estar em algum lugar da embalagem física na qual ele veio. Caso o seu computador já tenha vindo com o sistema operacional pré-instalado, a chave deve estar em um adesivo colado nele: procure em torno do gabinete ou dentro dele. Se for um laptop, o adesivo pode estar na superfície inferior dele, embaixo da tampa da bateria ou mesmo na fonte da tomada dele.

No caso do Windows 8.1, pode ser que a chave do produto não esteja em nenhum lugar fora do computador: ela pode estar incorporada à firmware do computador, e ele a detectará automaticamente durante a instalação.

Em seguida, será necessário criar uma mídia de instalação para o Windows. Para isso é necessário baixar um arquivo ISO do Windows 7 ou 8.1. Felizmente, é possível baixar tanto o ISO do Windows 7 quanto o do Windows 8.1 diretamente da Microsoft.

É necessário também possuir um pendrive de pelo menos 4GB, de preferência sem nenhum outro arquivo nele, para ser transformado em mídia de instalação. Se o seu computador possuir também um gravador de DVD, é possível usar um DVD em branco também.

Como se trata de um arquivo ISO, será necessário possuir um programa para criar, a partir desse arquivo, um disco de inicialização em seu pen drive ou DVD. A Microsoft também fornece um programa para isso. Ele pode ser baixado aqui.

Uma vez criada a mídia de instalação, será necessário fazer o boot do computador por ela e selecionar a opção de realizar uma nova instalação do Windows. O assistente de instalação ajudará a encerrar o processo.

Fonte

Recife Soluções Digitais LTDA - CNPJ: 19.889.400/0001-28 - Rua General Joaquim Inácio, 830 - Sala 212 - Edf. The Plaza - Ilha do Leite - Recife - PE - (81) 3127.0101 - contato@recifesites.com