Recife Sites - Agência Web
NOTÍCIAS
Publicado em 10/01/2013, às 19h08
União Europeia aperta cerco contra 'resultados distorcidos' do Google

A União Europeia continua apertando o cerco contra o Google na questão antitruste. A Comissão de Competição da organização quer evitar que a empresa exiba resultados distorcidos para os usuários e roube negócios de seus competidores, segundo o comissário Joaquin Almunia.

Segundo o Financial Times, apesar de o Google ter conseguido escapar das acusações de distorção de resultados nos Estados Unidos, a União Europeia deve usar este quesito como o centro das acusações contra a empresa. Em entrevista, Almunia diz que a UE ainda está investigando o assunto, mas acredita que a companhia esteja, sim, praticando competição desleal.

"Eles monetizam este tipo de negócio, a posição que tem no mercado de buscas. E não é apenas uma posição dominante: eu acho e temo que há um abuso desta posição dominante", disse Almunia à publicação.

Na União Europeia, a posição do Google consegue ser ainda mais avassaladora do que nos Estados Unidos, onde eles se livraram das acusações. Conforme nota o Financial Times, a empresa tem sozinha 90% da fatia de mercado, enquanto nos EUA a companhia ainda enfrenta um pouco de concorrência do Bing, da Microsoft, e do Yahoo!.

O Google deverá apresentar medidas até o final deste mês para evitar problemas, mas Almunia afirma que, se elas forem insatisfatórias, a União Europeia será obrigada a formalizar as acusações contra a empresa.

Fonte

Recife Sites © Todos os direitos reservados - contato@recifesites.com