Recife Sites - Agência Web
NOTÍCIAS
Publicado em 11/06/2012, às 10h08
Google lança projeto "Lojas de Confiança" para incentivar e-commerce

O Google lançou um programa de “Lojas Confiáveis”, que irá fornecer aos compradores on-line pontuações de satisfação do cliente para os participantes comerciais, de acordo com um post no blog da empresa.

A companhia irá colocar um emblema de Loja Confiável em sites de comércio eletrônico que enviam as encomendas de forma confiável e oferecem serviço "excelente" ao cliente, disse a empresa. Quando um usuário descansar o mouse sobre o emblema no site, ele verá as métricas do Google sobre o desempenho do comerciante.

O programa permitirá que os usuários saibam que “estão comprando com um varejista de boa reputação e poderão se sentir confiantes ao fazer uma compra", disse a empresa.

As vendas de itens ilegais, pornografia e outros tipos de produtos, incluindo “curas sem fundamento, remédios ou outros produtos comercializados como soluções rápidas para problemas de saúde”, estão barrados do programa.

A gigante das buscas irá gerar métricas usando uma combinação de dados que os comerciantes compartilham sobre seus envios e comentários dos usuários coletados quando e se os clientes procuram a ajuda do Google para saber se um comerciante faz parte das “Lojas de Confiança”. Antes que uma empresa possa participar do programa, o Google irá monitorar sseus envios e atendimento ao cliente por 28 dias.

Além de fornecer o emblema, a empresa irá fazer a mediação entre as lojas de confiança e seus clientes. Os usuários que comprarem nas lojas de confiança poderão optar por receber até 1.000 dólares em proteção de compra da companhia de Mountain View para transações elegíveis. Se os consumidores tiverem algum problema com um pedido, o Google diz que “irá trabalhar com o comerciante e com o cliente para resolver o problema”.

A gigante começou a testar o programa no ano passado e diz que agora inclui 50 comerciantes on-line, incluindo O.co, Wayfair e Timbuk2. O programa recebeu mais de 10 milhões de pedidos, de acordo com a companhia.

O Google vem anunciando que a participação no programa trará mais negócios aos comerciantes. Como exemplo, diz que a Timbuk2, uma empresa de São Francisco que vende mochilas da moda e malas de carteiro, teve taxas de conversão melhoradas em 2,9% e viu a quantidade média de pedidos aumentar rapidamente.

Na semana passada, o Google anunciou que até o final do ano seus resultados de busca de produtos, listados em "shopping", serão limitados à publicidade paga. Eles disseram que isso levará a “melhores resultados de lojas para os usuários” e “tráfego de maior qualidade para os comerciantes”.

 

Fonte

Recife Sites © Todos os direitos reservados - contato@recifesites.com